Produtos

Oleoresina (resina bruta)

Produto natural extraído de Pinus Elliottii, a oleoresina é uma forma de autodefesa da árvore, no sentido de cicatrização do ferimento para evitar ataques de pragas e insetos. Para a produção são realizadas estrias quinzenalmente que atingem os ductos resiníferos liberando o produto que é coletado em sacos plásticos. A oleoresina colhida tem destino comercial e industrial, onde seus derivados, o breu e a terebintina, encontram diversas aplicações na indústria química.

 

 



Breu (colofônia)

Um dos produtos obtidos através da destilação da resina bruta, o breu possui propriedade aderente que permite a sua utilização, após modificado quimicamente, em diversos mercados. Entre os principais mercados consumidores do derivado de colofônia estão adesivos, tintas de impressão, vernizes, cola papeleira, goma de mascar, ceras depilatórias, revestimentos, sabões e detergentes. É um produto composto basicamente de ácidos abiéticos e pimáricos. Ofertado no estado sólido e armazenado e transportado em barricas (tambores galvanizados) de 250 quilos.




Terebintina

Liquido obtido a partir da destilação da resina bruta, de odor característico de pinho e, normalmente, incolor. Utilizada amplamente na indústria dos solventes, além de fazer parte da composição de desinfetantes, cânfora, perfumes, produtos fármacos, ente outras possibilidades. Composto de, principalmente, alfa pineno e beta pineno. Ofertado ao mercado a granel, sendo a quantidade mínima 20 mil litros.